ACREDITAÇÃO DE PROGRAMAS FORMATIVOS – PARA ESCOLAS E ENTIDADES FORMATIVAS

ACREDITAÇÃO

Entidades de formação (individuais ou coletivas) poderão solicitar à Sociedade Portuguesa de Coaching Profissional – SPCP a acreditação dos seus cursos em Coaching, para reconhecimento dos respetivos conteúdos pedagógicos, metodologia e alinhamento com o compromisso de ética e responsabilidade exigidos pela SPCP.

A acreditação, quando atribuída, garante que:

  • As entidades de formação superaram os requisitos exigidos pela Sociedade Portuguesa de Coaching Profissional – SPCP para receberem a certificação dos seus programas formativos em Coaching
  • Foram reconhecidos os respetivos conteúdos pedagógicos, metodologia e alinhamento com o compromisso de ética e responsabilidade exigidos pela SPCP
  • Os programas formativos reconhecidos cumprem os requisitos mínimos para poderem ser uma formação acreditada pela SPCP, correspondendo ao seu nível de exigência de qualidade, sendo coerentes com o seu Código de Ética

Email para solicitação do formulário de acreditação de programas formativos: contacto@sp-coaching.pt

Requisitos:

Segue-se abaixo os requisitos mínimos essenciais* para a acreditação e reconhecimento dos programas formativos:

* para mais informações e solicitação do formulário de acreditação: contacto@sp-coaching.pt

1. A percentagem das componentes prática/teórica do curso deverá será de um mínimo de 75/25 %. É necessário que seja contemplado um mínimo de 75% do curso para a sua componente prática

2. A componente prática deve operacionalizar-se através da metodologia experiencial de aprendizagem, recorrendo-se a diversos exercícios e dinâmicas praticas, quer individuais, quer grupais, de forma a estimular a participação ativa dos formandos

3. Entre os objetivos do programa formativo devem constar a aquisição e o desenvolvimento de competências basilares em Coaching

4. O programa formativo deve abordar vários modelos e/ou ferramentas de Coaching, de forma a proporcionar aos participantes uma maior diversidade de abordagens

5. O programa de conteúdos deve fazer menção à importância da observação dos padrões de ética na atuação em Coaching

6. A metodologia do curso deve enfatizar os métodos demonstrativo (através da exemplificação de ferramentas e práticas de Coaching), expositivo (para transmissão de conceitos, promovendo no final a interação com os participantes através da reflexão e debate conjuntos) e interrogativo (para feedback e monotorização da aprendizagem)

7. O programa formativo pode decorrer segundo a modalidade b-learning, combinando a modalidade presencial com a e-learning

8. No caso de decorrer segundo a modalidade b-learning, é necessário assegurar-se que a componente on-line não supere a percentagem de 25% do número total de horas do curso

9. Os formadores do curso devem ser Coaches certificados

10. Recomenda-se que o formador principal (head trainer) possua uma experiência de pelo menos 5 anos como Coach e Formador

Notas importantes:

  • A certificação de formação visa assegurar que os programas de formação reconhecidos seguem uma série de requisitos obrigatórios necessários para serem acreditados pela SPCP, nomeadamente em relação ao “saber fazer” e “ser” (habilidades e atitudes), de acordo com as competências definidas pela Sociedade
  • A qualidade do desempenho dos serviços prestados na formação dos cursos é da exclusiva responsabilidade das entidades formativas que os oferecem

 

© SPCP todos os direitos reservados